segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Operação 'Esqueleto' já contabilizou 46 prisões por tráfico e homicídios

A Operação Esqueleto, cujo principal objetivo é desarticular um grupo criminoso responsável por homicídios e tráfico de drogas na região metropolitana de João Pessoa, já prendeu 46 pessoas, entre mandados de prisão cumpridos dentro e fora do Sistema Penitenciário e flagrantes. Nesta sexta-feira (21) e sábado (22), policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) prenderam Davi da Costa Oliveira e Andréa Pereira de Sousa, conhecida como ‘Nega’.

Segundo o delegado do GOE, Cristiano Jacques, contra ambos havia mandados de prisão temporária expedidos pela 5ª Vara Criminal da cidade de Santa Rita, pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico.

Ele adiantou que Davi foi preso à tarde, no Terminal Rodoviário de João Pessoa, já embarcado em um ônibus que iria para o estado do Ceará, enquanto ‘Nega’ foi presa em Santa Rita. O delegado comentou que as investigações podem resultar em mais mandados de prisão solicitados à Justiça, em breve.
A ação, coordenada pela Polícia Civil, aconteceu de forma integrada com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público Estadual, e teve origem a partir de investigações realizadas pelo próprio GOE.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

'Operação Independência' prende acusados de, pelo menos, 13 homicídios em Mari

Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar denominada "Operação Independência" conseguiu prender quatro pessoas e apreender quatro armas de fogo na cidade de Mari nesta sexta-feira, 7.
Participaram da Operação policiais civis de Mari e do GTE (Grupo Tático Especial) da 10ª Regional de Polícia Civil (10ª DRPC) sediada em Itabaiana, além de militares do 8° Batalhão  da Polícia Militar.

Segundo o delegado de Mari, Reinaldo Nóbrega, que comandou a operação, foram presos os principais acusados de cometer crimes na cidade. Entre eles está Eronides Barbosa Ricardo, 20 anos, conhecido por Malvado, que confessou a participação em pelo menos 13 homicídios.

Um dos crimes cometidos por "Malvado" está o esquartejamento de dois irmãos, ocorrido no dia 21 de julho.  Foram presos também Wellington Augusto Alvino, 20 anos, o “Chapolin”; Paulo de Oliveira Silva, 19, conhecido por “Paulino”; e Wanderlei Barbosa Ribeiro, 24 anos, o “Cavernagem”.  Todos foram autuados em flagrante. Entre as armas de fogo apreendidas estão três revólveres calibre 38 e uma pistola 380, todas municiadas. 

“Enquanto ‘Malvado’ era um dos principais responsáveis pelas execuções, ‘Paulino’ guardava as armas. Já o ‘Chapolin’ deu abrigo a ‘Malvado’ no momento da prisão”, esclareceu o delegado Reinaldo Nóbrega
Para o delegado Hugo Barreto, responsável pela 10ª Delegacia Regional de Polícia, sediada em Itabaiana, o principal objetivo da operação foi cumprido, pois as polícias, de forma integrada, conseguiram reestabelecer a paz na cidade, já que os presos eram membros de uma facção responsável por 20 homicídios  na região.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Operação 'Eclipse' prende traficantes e desarticula gangs em Pilar e São Miguel de Taipu





Uma mega operação conjunta das Polícias Civil e Militar foi realizada no início da manhã desta quinta-feira, 30, nas cidades de Pilar e São Miguel de Taipu, polarizadas pela 10ª Regional de Polícia Civil da Paraíba – 10ª DRPC. Denominada ‘Eclipse’, com o objetivo de ofuscar a criminalidade na região, a operação teve a participação de cerca de 100 homens e  cumprir cinco mandados de prisão e 14 de busca e apreensão.
Na operação, foram presos nove traficantes em São Miguel de Taipu, entre eles três mulheres e um menor apreendido. Já em Pilar foram presas quatro pessoas acusadas de homicídio relacionado ao tráfico, entre elas Cleyton Valci Morais da Silva , portando um revólver calibre 32 com seis munições e dois animais silvestres. Com isso, a Polícia desarticulou duas gangs rivais em Pilar e São Miguel de Taipu. Também foram aprendidas drogas e armas nas duas cidades.
A operação ‘Eclipse’ foi montada a partir de investigações realizadas pela Delegacia de Pilar, onde havia a suspeita de que o município teria passado a ser rota do tráfico de drogas e de armas no Estado. Segundo a agente Márcia Costa, as investigações começaram há quatro meses e a operação culminou com a prisão de um dos maiores traficantes de Pilar, conhecido como Sol. “Conseguimos tirar de circulação o maior traficante da cidade, Sócrates de Souza Neto, o “Sol”, que comercializava maconha, cocaína e crack na região”, comentou o delegado Rodrigo Pinheiro.
A equipe da Delegacia de Pilar que levantou as informações da Operação ‘Eclipse’ é formada pelo Delegado Rodrigo Rego Pinheiro, os agentes de investigação Márcia Costa e José Deilson Pessoa de Lima e o escrivão Ricardo Assis Acyoli.
Além de “Sol”, em Pilar, foram presos outros traficantes e assaltantes na cidade de São Miguel de Taipu, que pertenciam a uma gang rival a de Sol. Foram presos: Ernani da Silva Raimundo, José Roberto “Beto” e Isaías, o maior traficante de São Miguel.
Segundo o delegado regional da 10ª DRPC, Hugo Hélder Porto Barreto, o objetivo é combater o tráfico de drogas e homicídios na região, sobretudo nos municípios de Pilar, São Miguel de Taipu e Juripiranga. “A Polícia vem intensificando o trabalho investigativo nessa região e identificando pontos de tráfico de drogas e armas, o que possibilita a realização de operações como esta. Em conjunto a Polícia Militar, estamos unindo forças no combate à criminalidade no Estado”, destacou.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Acadepol inaugura pista de paintball para treinamento físico e tático em JP

Os policiais civis da Paraíba agora têm um espaço próprio para treinamento físico e tático, com a inauguração da pista móvel de paintball da Academia de Ensino da Polícia (AEP). “Em todo o país, as pistas de paintball são usadas para treinamento de policiais. Nós fazíamos isso em pistas alugadas e agora conseguimos adquirir uma pista moderna, móvel e com 50 marcadores de paintball”, comemorou Marcelo Isídio, coordenador administrativo da Acadepol, Marcelo Isídio.

A pista foi inaugurada no último sábado (31) com a realização de uma atividade recreativa que reuniu profissionais da segurança e da imprensa. Antes do treino, foi proferida uma palestra sobre preservação de local de crime, ministrada pelo perito oficial criminal do Instituto de Polícia Científica da Paraíba, Adriano José Guedes Pinheiro. Na apresentação, foram difundidas orientações sobre como agir ao chegar em local de crime, a importância da preservação, isolamento e deslocamento.

Também foi servido um café da manhã, seguido da apresentação da pista de paintball aos  participantes do jogo. O instrutor policial civil Marcelo Soares explicou o manuseio das armas e munições antes das duas partidas que foram realizadas entre imprensa e policiais.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

'Renascimento': DRE prende irmão de traficante com armamento pesado em João Pessoa

A Polícia Civil (PC), comandada pela equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) prendeu na noite desta quarta-feira (1º) o irmão de traficante que comanda o tráfico de drogas no bairro São José. Mas a prisão aconteceu no Bairro das Indústrias e com ele foram aprendidas nove armas.

De acordo com o delegado Aldrovilli Grisi, da DRE, a prisão foi decorrente da operação “Renascimento”, que começou no bairro São José. O traficante que chefia a venda de drogas no bairro - devido a presença dos policiais - deu a ordem para recolher o armamento da localidade. 

Os agentes de investigação da DRE conseguiram localizar as armas e prender o irmão do bandido, no Bairro das Indústrias. A polícia conseguiu apreender uma grande quantidade de armas, ao todo foram nove, entre elas, várias pistolas, revólveres e um ferrolho de fuzil 762 (objeto essencial para utilizar a arma).
O acusado foi detido por associação ao tráfico de drogas e porte ilegal de armas. O nome e o resultado da operação completa serão divulgados na manhã desta quinta-feira (2), junto com a equipe da DRE, na Central de Polícia.

"Operação Renascimento"
A operação teve o objetivo combater o tráfico de drogas e aumentar a confiança dos moradores do bairro São José no trabalho da polícia. Ela foi deflagrada na madrugada desta quarta-feira (1º), em João Pessoa.
Coordenada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), a ação contou com a participação de 300 policiais, sendo 150 da Polícia Civil e 150 da Polícia Militar. 

A operação resultou na prisão de oito pessoas e apreensão de dois adolescentes. A polícia também apreendeu três quilos de maconha, um litro de uma substância semelhante a loló”, 100 pedras de crack, nove armas, uma balança de precisão e munição de diferentes calibres. Os nomes dos acusados, entre eles, duas mulheres, não foram divulgados para não atrapalhar a continuidade das investigações.
Priscila Andrade/Portal Correio

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

'Operação Renascimento': 300 policiais cercam bairro São José na Capital e realizam prisões

Uma mega operação policial por volta das 5h desta quarta-feira (1), no bairro São José em João Pessoa, intitulada ‘Renascimento’, contou com um efetivo de 300 homens entre militares e civis e prendeu várias pessoas. 

De acordo com o delegado responsável pela Gerência Executiva Metropolitana da Polícia Civil, Wagner Dorta, várias pessoas foram presas, além de armas e drogas apreendidas. 'Cumprimos alguns mandados de busca e realizamos ainda, prisões em flagrante', esclareceu Dorta. 

Ainda não foi divulgado o resultado completo da operação.

O efetivo policial contou com policiais civis e militares do 1º Batalhão, comandados pelo tenente coronel Almeida.
Mais detalhes em instantes.
Fonte: Pollyana Sorrentino, do portalcorreio